Adolph von Menzel

Adolph Friedrich Erdmann von Menzel ou mais conhecido como somente Adolph von Menzel, nasceu no ano de 1815 em uma cidade da Polônia chamada Breslávia (Breslau). Seus primeiros conhecimentos e contatos com a arte foi no estúdio de litografia do seu pai, deu início aos seus estudos acadêmicos no ano de 1833 na Real Academia de Berlim, uma escola com destaque em artes retratistas e perspectivas.

No ano de 1834, Adolph se juntou com outros pintores em um grupo conhecido como Associação Jovens Artistas, e quatro anos mais tarde foi chamado para pintar na Associação de Artistas Elder.

pintor von Menzel ficou grandemente famoso em 1839, quando já estava com seus 25 anos de idade e fez a obra “A vida de Frederico, o Grande”, reproduziu detalhadamente cada elemento nesta pintura, e a partir daí o seu reconhecimento artístico foi muito grande entre os artistas e admiradores da época.

Veja abaixo alguns tópicos do artista alemão Adolph von Menzel:

  • 1853 – Entrou para Real Academia de Arte;
  • 1855 – Foi a Paris conhecer a Exposição Universal e visitou a exposição de Courbet no “Pavilhão do Realismo”;
  • 1867 – Foi condecorado com a Cruz da Legião de Honra Francesa por sua obra histórica de “Frederico e as suas tropas na batalha de Hochkirch;
  • 1875 – Foi instituído professor e parte do Senado;
  • 1884 – Fez a sua primeira exposição;
  • 1885 – Se formou em doutorado na Universidade de Berlim;

A partir do ano de 1880, Adolph von Menzel passou a pintar somente obras retratando ruas, jardins e paisagens.

Veja abaixo alguns dos principais quadros de von Menzel:

adolph-von-menzel-1

theatre-du-gymnase-adolph-von-menzel

wasserfahrt-in-rheinsberg-adolph-von-menzel

Fonte: http://www.pinturasemtela.com.br

Outras versões:

A Alte Nationalgalerie em Berlim apresenta uma vasta retrospetiva da obra de Adolph Menzel. A exposição reúne pinturas, desenhos e litografias. Menzel é considerado um dos mais importantes pintores alemães do século XIX.

Nascido em 1815 em Wroclaw, hoje, na Polônia, o artista alemão começou a desenhar e a pintar aos 12 anos. Ao longo da carreira, compôs 400 obras.

Podemos conhecer de perto um artista ao olhar para as suas obras privadas. Há um quadro onde Menzel está deitado na cama a retratar o seu próprio pé. É provavelmente o auto-retrato mais estranho do século XIX, parece-nos muito moderno. É o que torna o menzel tão fascinante para o público de hoje.

“Podemos conhecer de perto um artista ao olhar para as suas obras privadas. Há um quadro onde Menzel está deitado na cama a retratar o seu próprio pé. É provavelmente o auto-retrato mais estranho do século XIX, parece-nos muito moderno. É o que torna o menzel tão fascinante para o público de hoje”, disse Philipp Demandt, diretor da galeria alemã.

Menzel tornou-se célebre pelos seus retratos da realeza e da aristocracia alemã mas estava atento à evolução da sociedade e deixou também uma pintura sobre a era industrial.

“Menzel é porventura comparável a Degas, o pintor francês do século XIX que passava o tempo a obsevar a realidade do século XIX, um século de industrialização, mecanização o tempo das primeiros caminhos-de-ferro e isso também nos lembra o Turner”, acrescentou o responsável.

A exposição pode ser visitada em Berlim, na Alte Nationalgalerie até 21 de fevereiro.

Fonte: 

Menzel, Adolph (Adolph Friedrich Erdmann von Menzel)

Nascido na cidade de Breslau em 1815, Menzel recebeu seus primeiros ensinamentos artísticos no estúdio litográfico de seu pai. No ano de 1833, estudou por um breve período de seis meses na Real Academia de Berlim, à época conhecida pela sua ênfase na arte retratista e perspectiva.
Em 1834, von Menzel se juntou a Associação “Jovens Artistas”. Até então ele estava a trabalhar mais em óleos. Em 1838 foi admitido na Associação de “Artistas Elder “.
Conquistou sua fama artística aos 25 anos de idade,em 1839, quando ilustrou a obra “A vida de Frederico, o Grande” do historiador Franz Kugler; para este projeto Menzel preparou centenas de esboços a fim de reproduzir cuidadosamente a arquitetura, os trajes e a mobília da época. Desde então sua preparação exaustiva e precisa garantiu-lhe reconhecimento por parte da elite política e social de Berlim – retratada em muitas de suas pinturas.
Em 1853 ingressa na Real Academia de Arte.
Em 1855 viaja a Paris para visitar a Exposição Universal e ver \”Pavilão do realismo \” de Courbet.
Em 1867 recebe a Cruz da Legião de Honra Francesa pela pintura histórica de \”Frederico e as suas tropas na batalha de Hochkirch.
Em 1875 é nomeado professor e membro do Senado.
Em 1884 tem a sua primeira exposição individual.
Menzel obtém em 1885 um doutorado da Universidade de Berlim.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s